Manifestação e Audiência Pública contra o Regime de Recuperação Fiscal de Zema

14 de dezembro de 2021

Lutando pela NÃO aprovação do Regime de Recuperação Fiscal, o Sindpol/MG e demais entidades de classe da Segurança Pública e suas respectivas categorias, protestaram hoje (14), na porta da ALMG, durante a Audiência Pública, da Comissão de Segurança Pública, que debateu esse projeto nefasto, de autoria do Governo de Minas.

O deputado sargento Rodrigues, presidente da Comissão de Segurança Pública, um dos parlamentares que não apoia o Regime de Recuperação Fiscal, iniciou a Audiência Pública ponderando não ser mais possível controlar os policiais, frente ao descaso do Governo de Minas, que insiste em destruir os servidores públicos mineiros. Zema já demonstrou que não é um homem de palavra, nem quando assina um documento, como a ata firmando o compromisso do pagamento da recomposição das perdas inflacionárias dos policiais.

Em outras Audiências Públicas, já foi mostrado que Minas não precisa aderir ao regime de Recuperação Fiscal e Zema mente quando condiciona essa aprovação para o pagamento da recomposição das perdas inflacionárias, isso demonstra como o governador age contra os interesses do povo mineiro.

Representando o Governo de Minas, a secretária de Planejamento e Gestão (Seplag), Luísa Barreto, defendeu a adesão do Estado ao Regime de Recuperação Fiscal, com apresentações e exemplos. Alegou que o projeto já está na ALMG e que, o mesmo, será debatido pela Casa. A secretária afirmou que as promoções e progressões vão acontecer normalmente. Porém, o deputado sargento Rodrigues, ponderou que não é bem isso que está no projeto, sem contar que Zema já mentiu uma vez, descumprindo documento assinado e projeto votado na ALMG, pelo pagamento das perdas inflacionárias, ou seja, não é possível confiar no governador.

Representando o presidente do Sindpol/MG, o vice-presidente, Marcelo Armstrong, disse aos presentes que o governador Romeu Zema não valoriza os servidores da Segurança Pública e os trata com desrespeito. “Não cumpriu com aquilo que ele assinou em ata, Zema não respeita e nem valoriza os servidores da Segurança Pública. A união das Forças de Segurança Pública é uma resposta a esse desgoverno Zema. É um absurdo o que este governo faz com a Segurança Pública, agora, ainda temos o Regime de Recuperação Fiscal, é o regime que destrói o serviço público, que acaba com a Segurança Pública, Saúde e Educação”, afirmou Marcelo Armstrong.

Manifestação na porta da ALMG

Do lado de fora, na porta da ALMG, policiais civis, militares, penais, bombeiros militares, agentes socioeducativos, protestaram contra o Regime de Recuperação Fiscal.

Os policiais demonstraram indignação com o descaso, por parte do governador Romeu Zema, que não valoriza os policiais.

O assessor do Sindpol/MG, Wemerson Oliveira, que estava do lado de fora da ALMG, participando da manifestação, disse que a base está cansada das mentiras e ataques do governador. “Um homem que não cumpre com os acordos firmados, que despreza os servidores públicos, não é uma pessoa de confiança. Saibam que não é só a Segurança Pública que será afetada com a adesão ao Regime de Recuperação Fiscal, mas todos os servidores públicos do Estado e o povo mineiro. Se o Regime de Recuperação Fiscal for aprovado, perderemos quinquênios, promoções, progressões, ADE’s, dentre outros direitos. Teremos nossos salários congelados, não haverá concursos públicos e nem investimentos na instituição, tudo isso por mais 9 anos”, esclareceu Wemerson Oliveira.”

O Sindpol/MG e as demais entidades de classe da Segurança Pública estão unidas contra a aprovação do Regime de Recuperação Fiscal. Mais ações serão realizadas, por isso é necessário que os policiais civis mantenham-se mobilizados. Em breve publicaremos mais convocações.

O presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Agostinho Patrus, ao final da audiência pública, recebeu os presidentes e representantes das associações e sindicatos da segurança pública para reunirem em sua sala e entregar o Manifesto Público das forças de segurança pública contra a adesão de Minas Gerais ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF). Confira o documento anexado: Manifesto Público

Veja o vídeo do discurso do deputado Agostinho Patrus:

X