Em greve, policiais civis ocupam a Assembleia Legislativa para pressionar deputados.

Em greve, policiais civis ocupam a Assembleia Legislativa para pressionar deputados.

Em greve há mais de três meses, policiais civis ocupam o plenarinho da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) na tarde desta terça-feira, para pressionar os deputados estaduais a votarem o projeto da Lei Orgânica da Polícia Civil. De acordo com a assessoria da Casa, a matéria será analisada pela Comissão de Administração Pública ainda nesta terça-feira. De acordo com o Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Minas Gerais (Sindpol/MG), cerca de mil policiais – entre investigadores, escrivães e delegados -, estão concentrados no local desde o início da tarde. “Fizemos uma reunião no pátio da Assembleia nesta manhã e decidimos invadir a Casa. Vamos ficar aqui para pressionar os deputados”, explica o diretor do Sindpol, Adilson Bispo.

Segundo a assessoria de imprensa da ALMG, os policiais ocupam o plenarinho e os salões onde os deputados lancham. Ainda conforme a assessoria de imprensa, o local está um pouco tumultuado devido ao grande número de manifestantes.

Desde 10 de junho, quando a categoria entrou em greve, os policiais fazem protestos quase toda a semana. As manifestações acontecem, em sua maioria, na Praça Sete, no Centro de Belo Horizonte, local onde os policiais costumam queimar caixões.  “Hoje não deveremos fazer passeata, pois nosso foco é pressionar os deputados”, disse Adilson Bispo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Estado de Minas

 

X