Policiais civis ocupam Assembleia de Minas Gerais para pressionar parlamentares.

Policiais civis ocupam Assembleia de Minas Gerais para pressionar parlamentares.

Cerca de mil e duzentos policiais civis ocupam a Assembleia Legislativa de Minas Gerais, localizada no bairro Santo Agostinho, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, e suas imediações, na tarde desta terça-feira (27) para pressionar os deputados a atenderem as demandas solicitadas pela categoria sobre a Lei Orgânica que rege a Polícia Civil.

O projeto será apreciado às 21h e até este horário os manifestantes continuarão no local. Segundo o diretor de mobilização do Sindicato dos Servidores da corporação em Minas Gerais (Sindpol-MG), Adilson Bispo, a ideia é se fazer presente para pressionar os parlamentares a considerarem as mudanças que irão beneficiar a categoria no projeto.

"Desta vez não houve passeata, nem queima de caixão. A estratégia é fazer essa pressão mesmo para que as nossas reivindicações sejam atendidas", disse Bispo.

Ainda segundo ele, conforme a apreciação do projeto na noite desta terça, medidas mais radicais por parte da categoria, que está em greve há quase três meses, podem ser tomadas. Caso as demandas sejam atendidas, a greve pode ser suspensa, "mas isso só será decidido após a convocação de uma Assembleia Geral entre a categoria", informou.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: O Tempo

X