Sindpol/MG repudia falta de compromisso do Governo de Minas em relação ao Ipsemg

A diretoria do Sindpol/MG tem acompanhado juntamente com as demais entidades de classe, que pertencem à Intersindical, o descaso do Governo de Minas em relação à situação do Ipsemg.

É descontado mensalmente do salário dos servidores a mensalidade referente ao Ipsemg, porém o Governo não tem honrado os compromissos de pagamento para a manutenção do Instituto, logo várias clínicas e hospitais, por falta de pagamento, por parte do Estado, tem cancelado o convênio com o Ipsemg, prejudicando o atendimento à saúde dos servidores públicos e de seus familiares.

O Sindpol/MG e as demais entidades de classe se reunirão ainda essa semana para tratarem novamente desse assunto que faz parte da pauta conjunta da Intersindical. Na Audiência Pública realizada na ALMG na última-quinta-feira (28/06), deputados estaduais, federais, sindicatos, associações, policiais civis e militares, e demais servidores públicos, discutiram sobre o descaso e falta de compromisso do Governo de Minas em relação ao Ipsemg (veja a matéria).

“O Sindpol/MG tem lutado contra esse absurdo e desgoverno do Estado, principalmente em relação ao Ipsemg. Vamos nos reunir essa semana com a Intersindical para buscarmos uma solução para mais esse problema. O Governo de Minas, além de parcelar o salário dos servidores, está destruindo com o nosso acesso a saúde e de nossa família, que é o Ipsemg. Um verdadeiro absurdo”, disse José Mária de Paula “Cachimbinho”, diretor administrativo do Sindpol/MG.

Clique aqui e veja mais três hospitais do interior de Minas que cancelaram o convênio com o Ipsemg por não receberem há mais de 90 dias.

X