Servidores da Polícia Civil do Norte de MG também aderem à greve.

Servidores da Polícia Civil do Norte de MG também aderem à greve.

Os servidores da Polícia Civil do Norte de Minas também aderiram à greve em 100%. De acordo com Émerson Mota Rocha, Diretor Regional do Sindicato da categoria na região, os policiais apontam a necessidade de modernização da instituição, com elaboração de plano de carreira, melhoria da estrutura de trabalho e aumento do efetivo. Segundo ele, todas essas questões foram prometidas pelo governo do estado em 2011, para que a greve que ocorria na época terminasse, mas ainda não foram cumpridas.

Em Montes Claros, maior cidade do Norte de Minas, Émerson diz há 160 policiais, quando o necessário seria 400. A menor parte deles, 30 investigadores, 15 escrivãos e 12 delegados, estão ligados diretamente às investigações.

"Com o efetivo reduzido, as investigações não ocorrem com a rapidez que deveriam. Em muitas vezes os criminosos não são punidos da maneira correta, e a impunidade e a sensação de insegurança da população aumentam."

A adesão na Delegacia de Carandai/MG, Capela Nova/MG, Caranaiba/MG e Cristiano Otoni/MG, é 100%  os Policiais estão cumprindo a cartilha do SINDPOL/MG, são oferecidos somente 30 % dos serviços à população, o atendimento está sendo feito de 08:30 até 12:00 horas, somente casos de flagrante delito está sendo atendido.
 

X