Reunião com representantes das Forças da Segurança Pública define grande manifestação para o dia 21 de fevereiro

9 de fevereiro de 2022

Na última segunda-feira (07), a diretoria do Sindpol/MG, representada pelo presidente, sr. José Maria de Paula “Cachimbinho” e o assessor Wemerson Oliveira, estiveram presentes na Aspra-MG em reunião com parlamentares estaduais e federais que defendem as classes da Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Penal e todas as suas entidades representativas engajadas ao movimento contra o Regime de Recuperação Fiscal e pelo pagamento da recomposição salarial das perdas inflacionárias da segurança pública de Minas Gerais.

Durante o encontro, foi protocolado o documento, com assinatura das entidades e representantes presentes, solicitando ao Governador, Romeu Zema, encontro para tratar da recomposição das perdas inflacionárias dos servidores da Segurança Pública, assegurado pela revisão geral anual, art. 37 inciso X, no qual foi prometido por ele, registrado em 2019, não cumprido. Veja o documento aqui: Documento reunião 07-02-2022

Insatisfeitos pela falta de compromisso do Estado, a reunião definiu estratégias para organização da Mega Mobilização dos servidores da segurança pública no dia 21 de fevereiro, começando às 9 horas na praça da Estação, partindo para a Assembleia Legislativa.

Na oportunidade, o sr. José Maria anunciou o plano de implantar as cartilhas do regime de Estrita Legalidade do Trabalho, produzidas pelo Sindpol/MG, no qual seriam debatidas, no dia seguinte, em AGE. O objetivo é implantá-las em todas as delegacias até o dia do movimento. Confira a cartilha: Cartilha do Movimento de Estrita Legalidade

“É muito importante a participação de todos, vamos fazer a maior manifestação da Segurança Pública de todos os tempos. Não podemos permitir os absurdos que o Governo está impondo contra o funcionalismo público, muito menos contra a classe que mais se empenha e dedica suas vidas em prol da sociedade“, disse o presidente, José Maria.

Acompanhe nossas redes sociais e mantenham-se mobilizados e atentos às ações do movimento. Somente com a união e engajamento de todos, conquistaremos nossos direitos!

X