Policial civil morre depois de reagir a tentativa de assalto em bar no bairro Tibery.

Policial civil morre depois de reagir a tentativa de assalto em bar no bairro Tibery

O detetive da Polícia Civil (PC) de Uberlândia, Vilson Roberto Pereira, de 55 anos, foi morto durante uma tentativa de assalto a um bar na avenida Portugal, bairro Tibery, zona leste da cidade. O crime aconteceu por volta das 21h. O policial, que trabalhava na vistoria da PC, estava dentro do bar quando dois suspeitos entraram e anunciaram o assalto.

Vilson Pereira reagiu, tentou sacar sua arma, mas foi baleado no peito. Ele foi socorrido e não resistiu ao ferimento, morrendo ao dar entrada no Pronto Socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (PS-UFU).

Segundo o proprietário do bar e amigo de Vilson, havia poucos clientes no local e eles conversavam, quando a dupla entrou e pediu um refrigerante. Depois de servidos, os rapazes, que de acordo com testemunhas, aparentam ter 30 anos, anunciaram o assalto. Neste momento o policial civil reagiu e foi baleado. Pereira ainda tentou correr atrás dos autores, que fugiram, sem levar nada, sentido a BR-050, mas devido o ferimento, caiu inconsciente.

O corpo do detetive está sendo velado na funerária Paz Universal. Ele será sepultado, às 16h30, no cemitério Campo do Bom Pastor. Vilson Roberto Pereira era casado e deixou dois filhos. Era natural de Perdizes (MG) e estava à espera da aposentaria. O investigador trabalhava no Setor de Registro de Veículos há mais de 10 anos. A polícia continua as buscas para localizar os criminosos, até o momento ninguém foi preso. Qualquer informação pode ser passada ao disque denúncia pelo telefone 181.

Fonte: Correio Uberlândia

X