Operação Xeque-Mate resulta na prisão de quatro suspeitos

1 de setembro de 2021

A Polícia Civil de Minas Gerais deflagrou, nesta segunda-feira (30/8), a operação “Xeque-Mate”, no município de Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, após desdobramentos de oito meses de investigações acerca de adulteração de sinal identificador de veículos automotores e de crime de receptação.

A ação resultou na prisão de quatro suspeitos e na apreensão de doze veículos, entre eles, onze automóveis com indícios de sinais identificadores adulterados e um carro de luxo. Além disso, foram apreendidos uma arma de fogo – com seis munições-, um computador, diversos documentos de carros e peças de veículos.

O proprietário, de 51 anos, foi preso pela prática de estelionato, após cumprimento de mandado de prisão preventiva. Durante os levantamentos, a PCMG também identificou dois investigados, de 38 e 51 anos, presos na operação por negociação de armas de fogo e de peças de procedência duvidosa, após cumprimento de mandado de prisão preventiva. A esposa de um deles, de 49 anos, também foi presa na residência do casal, pois a arma foi encontrada nos pertences dela.

O Sindpol/MG parabeniza a ação da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos pela operação sucedida e comunicamos a importância da denúncia das pessoas que foram lesada por essa empresa, para que procure a Delegacia Especializada de Repressão a Roubos, que fica no bairro Santa Terezinha, para representar contra a associação.

Fonte: ASCOM-PCMG, com modificações

X