Notícias da Greve: O Comando de greve orienta a toda categoria sobre os riscos de realização de operação Policial em pleno estado de greve.

Notícias da Greve: O Comando de greve orienta a toda categoria sobre os riscos de realização de operação Policial em pleno estado de greve.

Ao tomar conhecimento por parte da categoria, e vários Chefes de Departamentos e Regionais que têm pressionado os Policiais a realizarem operações com o intuito de dar a falsa impressão de que a Polícia Civil esta funcionando em plenitude e com isso prejudicar o movimento legítimo de greve dos trabalhadores que não suportam mais o sucateamento crônico da Instituição, o SINDPOL/MG orienta e informa a todos os Policiais e Servidores que a greve é um direito legítimo de toda classe trabalhadora inclusive do Servidor  Público sendo regulamentada na Lei Federal 7783/89 bem como na convenção 151 da OIT da qual o Brasil é fiel signatário, sendo vedado à Administração Pública e ao poder  intrometer e obstruir o exercício livre desse direito (artigo 8º da CRB/88). É importante destacar que o atendimento Policial nas unidades está sendo prestado em escala mínima, porém operações Policiais com o número determinado de mandados a serem cumpridos é no mínimo temerário e expõe a perigo eminente, atual e imediato a segurança, a integridade física e a vida dos Policiais envolvidos e terceiros, pois diante de um número possivelmente reduzido de Policiais que se encontram definitivamente em greve. Logo não é razoável exigir daqueles que optaram em não fazer greve que se sobrecarreguem com as atribuições e encargos daqueles que definiram por dedicar-se a luta por todos.

Nesse sentido é que o SINDPOL/MG tem orientado aos colegas para que na medida do possível adiem a realização das referidas operações das quais deverão ser solicitados prorrogamentos dos respectivos mandados Judiciais. Foi nessa esteira de raciocínio que a Direção do SINDPOL/MG recorreu a Chefia do 2º Departamento e a Regional de Ribeirão das Neves na semana passada, também orientação no mesmo sentido foi dada a Regional de Ipatinga e Montes Claros no Norte de Minas, pois entendemos que os esforços por uma Polícia melhor mais moderna deve ser de todos não somente do SINDPOL/MG. Sendo assim, acusando o recebimento da reclamação de vários Policiais de Uberlândia e Região que mais uma vez estão sendo compelidos por sua Chefia imediata a furarem o movimento de greve, que mais uma vez resistam ao assédio moral e encaminhem as provas de tais abusos ao plantão Jurídico do comando de greve do SINDPOL/MG para que as providências necessárias de praxe sejam efetivamente tomadas com o rigor que o caso requer. Ressaltamos mais uma vez que a luta por melhoria é direito e dever de todos e não podemos mais maquiar o crônico estado de desvalorização e sucateamento porque atravessa a PCMG principalmente neste momento de crise.

X