Direção do SINDPOL/MG tem participação importante no II Seminário Internacional das Polícias Judiciárias.

Aconteceu nesta segunda-feira e terça-feira última no auditório da Faculdade de Direito da UFMG, em Belo Horizonte o II Seminário Internacional das Polícias Judiciárias, sob a condução dos dirigentes sindicais da Polícia Federal SINPEF, várias autoridades e estudiosos debateram sobre o tema de forma franca e democrática da conjuntura do sistema de justiça criminal e segurança pública, observando possibilidades para o enfrentamento da criminalidade violenta e organizada, com destaque ao tráfico de drogas no Brasil e no mundo, alem de alternativas possíveis de mudança do modelo e na estrutura praticadas no Brasil.Outro ponto de destaque contou com um debate acalorado, do advogado e ex-presidente da OAB Nacional Dr. Cesar Brito e o Procurador da República Onésio Soares Amaral, que explanaram sobre a PEC-37 que visa exclusividade e prerrogativa da investigação criminal para os delegados de polícia. O debate foi importante para esclarecimento das teses pro e contra a matéria. O presidente do SINDPOL/MG Denílson Martins deixou claro que o problema esta na autonomia das policias e no financiamento das mesmas, e que não há equilíbrio nem harmonia nos investimentos nos órgãos, policias em relação ao ministério público e judiciário, e que o ministério público falha em não fiscalizar a aplicação dos mesmos, não zelando pelo bom e regular funcionamento das policias, isso na qualidade de fiscal de aplicação da lei, finalizou dizendo que o momento é importante para que todos juntos, sociedade, MP, judiciário, legislativo, executivo, através de suas entidades sindicais, modernizem e melhore o atual modelo que tem se mostrado ineficaz diante do crime.

X