Deputados estaduais cobram vacinação dos policiais ao Governador

29 de março de 2021

O Sindpol/MG vem cobrando dos governos, federal e estadual, e da Chefia de Polícia para que coloquem os servidores da segurança pública como grupo prioritário para a imediata vacinação, pois estes profissionais são linha de frente no combate ao crime, que não tem como ser feito home office.

Os deputados estaduais, delegado Heli Grilo e sargento Rodrigues, publicaram uma nota hoje (29/3), questionando o governador Romeu Zema se ele tem conhecimento do número de mortes dos servidores da segurança pública, aqui, em Minas Gerais, em razão da COVID-19.

“Nenhuma delegacia fechou durante a pandemia, não há home office para as forças de segurança, que continuam investigando e trabalhando para garantir a justiça social e manter a paz! Não podemos mais esperar!”, divulgou o deputado delegado Heli Grilo.

“Governador, este é um assunto que o senhor não pode delegar! O senhor precisa ir à Brasília, pessoalmente, tratar isso com o Presidente da República e com o Ministro da Saúde. Isso é urgente, o senhor não pode ficar aqui aguardando a solução cair do céu! Nós estamos tratando de mortes de policiais militares, civis, bombeiros, policiais penais, agentes socioeducativos porque estão na ponta da linha, cumprindo seu dever. A eles, não é dada a oportunidade, igual ao senhor e seus secretários de Estado, de ficar em “home office”, porque eles têm que estar na ponta da linha! Então, priorize a vacinação dos servidores da segurança pública de Minas Gerais, antes que seja tarde”, falou o deputado Sargento Rodrigues em nota.

O Sindpol/MG, além das cobranças da vacinação, solicitou a quantidade oficial de policiais civis infectados, hospitalizados e falecidos pela infecção do coronavírus, ainda sem resposta.

Portanto, mais uma vez, o Sindpol/MG enfatiza as falas dos parlamentares que lutam pelas causas classistas dos servidores da segurança pública e reforça o pedido ao governador Romeu Zema, para a solução imediata dessa questão.

X