Comunicado Urgente

12 de dezembro de 2018

A direção do Sindpol/MG comunica aos seus filiados, a todos os policiais civis de Minas Gerais e a sociedade mineira, que o anúncio feito pelo Governo no fim da última semana, de pagar no dia 13/12 (quinta-feira) uma parcela de R$ 2 mil e o restante no dia 28/12 (sexta-feira), revoltou toda a categoria, onde o sindicato juntamente com todos os servidores da segurança pública não concordaram com esse absurdo.

Porém na manhã desta quarta-feira (12/12), o Governo novamente surpreendeu e revoltou a todos, anunciando através da Chefia de Polícia uma nova data, sendo esta no dia 21/12 (sexta-feira), onde pagará mais R$ 2 mil, como forma de acalmar os servidores.

O Sindpol/MG deixa bem claro a toda categoria que não legitima e não concorda com o escalonamento dos provimentos, a data do pagamento deve ocorrer no quinto dia útil de todo mês.

Além dessa aberração que caracteriza o desrespeito e a desvalorização da categoria, o Governo do Estado, até a presente data, não sinalizou com o anúncio do pagamento do 13º salário, o qual todos os policias tem direito.

Diante deste “jogo de empurra” e dissimulação o Sindpol/MG vem informar a todos os policiais, que o ato de protesto pela luta dos nossos direitos juntamente com os policiais militares, do sistema prisional e do sistema socioeducativo, está mantido para a próxima quinta-feira (13/12), às 14h, na Praça da Liberdade.

Reflexão:

Devemos lutar para defender os nossos direitos em relação a este governo que se finda, e deixar bem claro ao próximo governo, que assumirá a gestão do Executivo do Estado no dia 02 de janeiro de 2019, que não aceitamos e não aceitaremos o desrespeito com a nossa categoria, já tão combalida por falta de valorização.
Lembrando ainda a todos os policiais e a sociedade mineira que não fomos nós, da SEGURANÇA PÚBLICA, que assaltaram os cofres públicos da União e do Estado de Minas Gerais.

Contamos com a presença de todos neste ato, para mostrar ao Governo e a sociedade mineira, que somos nós quem colocamos nossa vida em risco todos os dias para defender o cidadão.

SEM LUTAS NÃO HÁ CONQUISTAS.

À DIREÇÃO SINDICAL.

X