Centrais convocam nova greve para dia 30 de agosto.

Centrais convocam nova greve para dia 30 de agosto

Após o fraco apoio verificado no “Dia Nacional de Lutas”, na última quinta-feira, centrais sindicais anunciaram ontem que planejam mais uma paralisação de trabalhadores, em 30 de agosto, desta vez chamada de “Dia Nacional de Paralisação”.

Antes disso, no dia 6, prometem organizar atos em frente às sedes de entidades empresariais nos Estados e em Brasília para protestar contra o Projeto de Lei 4.330, que amplia a terceirização. O projeto está em tramitação no Congresso Nacional.

Em nota, a Força Sindical informa que será dado um prazo para que o governo abra negociações sobre a pauta trabalhista e que, caso o diálogo não ocorra, haverá paralisação. “Com os atos de ontem, ganhamos mais condições de negociar com o governo”, declarou o presidente da entidade, Paulo Pereira da Silva, que avaliou que os protestos “foram um sucesso”.

Os protestos reuniram cerca de 90 mil pessoas em 18 capitais, segundo estimativas oficiais. Mas não contaram com a adesão popular vista em junho, quando mais de 1 milhão de pessoas saíram às ruas. As ações foram, em geral, fragmentadas e de pequeno porte. Ao ser questionado sobra a pouca adesão, José Maria da Coordenação Nacional de Lutas (Conlutas) disse que o principal da manifestação não é a quantidade de pessoas. Para o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas, a manifestação não é em favor ou contra determinado governo.

Fonte: O tempo

X