Após grande mobilização das entidades de classe Governo corrige erro e quita salário em atraso dos servidores públicos

25 de agosto de 2017

A reação efetiva do Sindpol/MG em conjunto com as demais entidades representativas da Polícia Civil Minas Gerais, se reuniram na tarde de ontem (24/08) e mobilizaram em tempo recorde todas as ferramentas, acionando os órgãos do Governo, bem como toda grande mídia, denunciando o ato de abuso e desrespeito para com o conjunto dos servidores, em especial os policiais civis.

A proposta que inicialmente seria um verdadeiro ato positivo, de antecipar para duas parcelas e não mais para três, o salário dos policiais civis, a exemplo do que já se operava para os policiais militares no mês passado, acabou se configurando nesse último dia 23/08 em um verdadeiro pesadelo, o Governo não cumpriu o proposto, o que deixou indignado todos os policiais civis. O Sindpol/MG em tempo recorde convocou as demais entidades representativas da classe e juntos decidiram por uma Assembleia Geral Conjunta, que será na próxima segunda-feira (28/08), às 14h, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Depois da reunião do sindicato com as demais entidades da categoria, o Governo se movimentou e se reuniu com seus assessores e, também com representantes e dirigentes de outras instâncias dos três poderes e do ministério público e deliberou pelo pagamento imediato.

A direção do Sindpol/MG foi acionada pela Secretaria de Planejamento e Gestão de Minas (SEPLAG), que informou que em razão de erros de programação, o pagamento acabou por culminar em atraso, mas que estaria sendo ajustado ainda na tarde de ontem, o que na verdade se efetivou até as 00h00 do dia 24/08. Também foi informado que o pagamento dos aposentados se efetivaria na data de hoje 25/08, e até às 17h30 realmente já havia se consolidado.

Os dirigentes do sindicato confirmam e reforçam o seu integral repúdio à essa conduta do Governo, primeiramente em não comunicar e não usar de transparência para com os dirigentes sindicais e com os servidores públicos de um modo geral. Também manifesta o seu repúdio pelo tratamento diferenciado dado as outras agencias do sistema de segurança pública, em detrimento da polícia civil. Reforça e reafirma o fiel compromisso de manter a representação efetiva e vigorosa de defesa dos interesses e dos direitos da PCMG e de todo operador de segurança pública em geral, mantém firme também a perspectiva de cobrar do Governo todas as promessas feitas em campanha, principalmente no sentido de reestruturar e reforçar a polícia civil com valorização, modernização e sobre tudo apoio necessário para o desempenho das suas funções; passando é claro pela uniformização e padronização da matriz remuneratória de todos os cargos de terceiro grau, reestruturação das unidades policiais, bem como prover os equipamentos e instrumentos e insumos necessários para o desempenho das funções dos Policiais Civis no combate e prevenção à criminalidade através da apuração de delitos no exercício da Polícia Judiciária.

E o Sindpol/MG na luta efetiva dos servidores da Policia Civil

 

X