Sindpol/MG promove café dos aposentados (Especial de Natal) em clima de união e confraternização

12 de dezembro de 2019

Cerca de 50 policiais civis e filiados, aposentados e ativos, participaram, na manhã desta quinta-feira (12), do Café dos Aposentados, evento realizado pelo Sindpol/MG, com a finalidade de os dirigentes da entidade terem um maior contato com os filiados e demais policiais civis, num clima de descontração e confraternização.

Durante o evento, os convidados demonstraram a satisfação em poder estar juntos aos colegas. “Este café é um ambiente muito bacana de confraternização. Colocamos a conversa em dia, uma vez que a Polícia Civil tem várias demandas a se resolverem em nível nacional e estadual, e aqui estão diversas lideranças e colegas do interior, que vão apresentando ideias, para a melhoria da instituição. Eu acho muito bom a realização deste café e todos deveriam participar”, afirmou Carlos Augusto de Aguiar Silveira, Investigador de Polícia.

O diretor de mobilização e formação sindical, Adilson Bispo ressaltou que o Sindpol/MG está sempre atuando em prol da categoria. Todas as suas ações são para a melhoria da Polícia Civil e para o bem-estar dos filiados e policiais civis, como a realização do café. “Peço a todos aqui, que se mobilizem e também aos demais colegas, para que participem efetivamente, com a presença nas galerias da Assembleia, na votação do PL que garantirá nosso direito de reposição salarial, no dia 04 de fevereiro de 2020”, enfatizou o diretor.

Bispo também lembrou aos presentes que muitas lutas virão, como a reforma da previdência. “Temos que nos preparar para o projeto de Reforma da Previdência de Minas, pois devemos lutar para garantir a paridade e integralidade de todos que ingressaram, não somente antes de 2003, pois os policial civil de antes é o mesmo de hoje, assim como todos contribuem da mesma maneira”, acrescentou Bispo.

O presidente do Sindpol/MG, José Maria de Paula “Cachimbinho”, frisou aos convidados as diversas ações realizadas durante o ano pela entidade. “Foi um ano difícil para todos, pois estavam em jogo nossos direitos do pagamento no 5° dia útil, décimo terceiro e reposição salarial. Com a união de todos os sindicatos e associações que representam a Segurança Púbica em Minas, e parlamentares mineiros, conseguimos firmar um acordo com o governo para a garantia destes direitos. Porém, a luta continua, pois ainda temos que pressionar pela aprovação do projeto de lei da reposição salarial e precisamos da categoria conosco. A nossa base são vocês! O sindicato sozinho não ganha nada! Quando todos se juntam, nossos projetos evoluem!”, disse Cachimbinho.

José Maria também explicou aos presentes que o Sindpol/MG participou de congressos e reuniões este ano, tanto da Federação Interestadual dos Trabalhadores Policiais Civis da região Sudeste (FEIPOL/SUDESTE), quanto da COBRAPOL, e com os sindicatos do Brasil, para traçar estratégias sobre a Reforma da Previdência nos estados, bem como para a implantação da Lei Orgânica Nacional da Polícia Civil, que tem como ponto fundamental o ingresso por uma via única na Instituição. “Nossa luta é tanto em Minas quanto no Brasil pelo fortalecimento da Polícia Civil. Conto com todos os filiados e policiais civis para nos ajudar!”, finalizou.

X