Sindpol/MG ganha ação impetrada no período eleitoral

8 de maio de 2020

Durante as eleições para o quadriênio 2018/2022 do Sindpol/MG, Jefferson Pereira dos Santos impetrou uma ação contra o sindicato alegando que a Chapa 1 não preenchia todos os requisitos estatutários para concorrer às eleições sindicais.

Na época duas chapas concorreram, sendo elas Chapa 1 “Experiência e Compromisso para Avançar e Conquistar Mais” e a Chapa 2 “Ética, Renovação e Transparência”.

Jefferson alegava que o Sindpol/MG representa somente a categoria de investigador de polícia I e II, sendo assim o candidato a vice-presidente, que é delegado de polícia, não poderia fazer parte da chapa, além deles não terem feito um prestamento de contas das gestões anteriores.

A ação impetrada por Jefferson Pereira foi indeferida, pois o Sindpol/MG foi fundado para representar todas as carreiras da Policial Civil: delegado, investigador, escrivão, médico-legista, perito criminal, além das carreiras administrativas, instituídas na forma da lei específica. Com relação à prestação de contas, no dia 09/04/2018, foi convocada uma assembleia onde foi feita a prestação de contas das gestões anteriores e todos que estavam presentes aprovaram.

“Fomos eleitos para trabalhar e lutar em prol dos direitos de todos os policiais civis, independente de carreira, somos transparentes e estamos à disposição de todos para esclarecer qualquer dúvida”, disse o presidente do Sindpol/MG José Maria de Paula “Cachimbinho”.

 

X