Sindpol/MG e entidades de classe de todo o Brasil se reúnem em Congresso Extraordinário da Cobrapol

14 de dezembro de 2020

O Sindpol/MG e as entidades de classe que representam os policiais civis em todo o Brasil se reuniram de 11 a 13 de dezembro, em Brasília, no Congresso Extraordinário da Cobrapol, dando continuidade à primeira reunião realizada nos dias 6 e 7 de novembro deste ano.

O objetivo foi a discussão e debate em torno do texto da Lei Orgânica Nacional da Polícia Civil, que está sendo construído junto à Adepol/Brasil e será apresentado ao Ministério da Justiça.

Diversas emendas de consenso apresentadas pelas federações, entre elas, as das Feipol/Sudeste, em que faz parte o Sindpol/MG, para melhoria do texto, foram deliberadas e aprovadas pela plenária.

No domingo (13/12), foram finalizados os trabalhos e o texto será revisado pelo departamento jurídico da Cobrapol e novamente discutido entre as duas entidades nacionais que representam os delegados e a base da Polícia Civil.

O Sindpol/MG teve participação importante na fundamentação de emendas, que visam a modernização da Polícia Civil e a valorização dos policiais civis da base. O presidente da entidade, José Maria de Paula “Cachimbinho” salientou a importância do debate e da luta pelo verdadeiro reconhecimento da Polícia Civil. “Acaso esta lei orgânica seja aprovada, teremos uma padronização da Polícia Civil, e a consequente valorização da base e o empoderamento de suas atribuições constando em lei”, afirmou José Maria.

Participaram do congresso, representando o presidente do Sindpol/MG, José Maria de Paula “Cachombinho”, o assessor da entidade e diretor da Feipol/Sudeste, Wemerson Oliveira, o diretor regional Zona da Mata, Givanildo Guimarães e a assessora do Sindpol/MG e diretora da Cobrapol, Aline Risi, que tiveram uma excelente atuação.

X