Sindpol/MG na luta pela recomposição dos quadros de efetivo da PCMG

17 de agosto de 2018

O vice-presidente do Sindpol/MG Marcelo Armstrong; a diretora de assuntos da mulher, Margareth Dionísia “Meg” e o diretor de mobilização e formação sindical, Vinícius Magno Faedda, juntamente com excedentes do concurso de investigador, edital 2014, compareceram na porta da emissora Band Minas, na noite desta quinta-feira (16/08), onde ocorria o primeiro debate dos candidatos ao Governo de Minas.

A diretoria do Sindpol/MG e os excedentes chamaram a atenção dos candidatos que pleiteiam o cargo de governador com o intuito de mostrar a importância dessas nomeações, pois a Polícia Civil de Minas Gerais possui apenas 50% do efetivo previsto da LOPC 129/2013. “O Governo de Minas precisa investir na Polícia Civil, fortalece-la para o combate ao crime”, disse Marcelo Armstrong.

 Sindpol/MG apoia excedentes acampados na ALMG

O Sindpol/MG tem apoiado os excedentes de investigador, na última terça-feira (14/08) um grupo de diretores compareceram no acampamento dos concursandos na ALMG. O sindicato luta pela convocação de todos os excedentes, um total de 627.

Segundo o vice-presidente do Sindpol/MG Marcelo Armstrong, a Polícia Civil têm um déficit de 50% de seu efetivo. “Minas Gerais possui 853 municípios e um baixíssimo efetivo. O governador não cumpriu a quantidade de efetivo prevista na LOPC 129/2013. Uma de suas promessas de campanha era a nomeação de 3 mil policiais, e isso ainda não aconteceu”, disse Marcelo.

Os excedentes estão acampados na ALMG e aguardam apoio dos deputados estaduais nessa causa. Há também um grupo acampado próximo ao Palácio das Mangabeiras, residência oficial do governador.

Compareceram no acampamento o vice-presidente do Sindpol/MG, Marcelo Armstrong; a diretora de assuntos da mulher, Margareth Dionísia “Meg” e o diretor de mobilização e formação sindical, Vinícius Magno Faedda.

 

X