Policial Civil aposentado é assassinado no Grajaú. Vítima foi esfaqueada dentro do bar por se recusar a vender cachaça a dois homens

O policial civil aposentado David Golçalves Correa, 49 anos, foi morto depois de se recusar a vender uma dose de cachaça a uma dupla em seu bar, no Bairro Grajaú, Zona Sudeste. A vítima foi esfaqueada por dois homens, de 18 e 27 anos, na Rua Rosa Sfeir, por volta das 19h30 de domingo (13). Segundo a PM, a esposa do policial teria relatado que, na hora do fechamento do estabelecimento, os dois suspeitos chegaram, exigindo que a vítima vendesse cachaça. Teria havido um atrito, sendo a dupla colocada para fora do local.

Minutos depois, os suspeitos voltaram ao bar e, aproveitando-se que David não estava mais na companhia do irmão, que é policial militar, um deles golpeou a vítima com uma faca, fugindo em seguida. O Samu foi acionado para socorrer David, que não resistiu aos ferimentos. Os suspeitos foram localizados durante rastreamento e presos em flagrante. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Fonte: Tribuna de Minas
Disponível em 15/05/2012: http://www.tribunademinas.com.br/cidade/policia-civil-aposentado-e-assassinado-no-grajau-1.1090374

X