Operação conjunta termina com 13 presos em Juiz de Fora.

Operação conjunta termina com 13 presos em Juiz de Fora.
 
Treze suspeitos de envolvimento em homicídios, tráfico de drogas e porte ilegal de arma foram presos durante a Operação Impacto Seguro em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira. Além disso, as polícias Civil e Militar apreenderam uma pistola calibre 635, carregador,nove munições de mesmo calibre e grande quantidade de droga.
 
Segundo informações da PC, a arma estava na residência de um motoboy, de 23 anos, suspeito de participação em homicídios e venda de armas de fogo na cidade. “Destacamos, por parte da Polícia Civil, a prisão de um motoboy, de 23 anos, investigado há cerca de seis meses como principal fornecedor de armas em Juiz de Fora, além de três suspeitos de vários homicídios tentados e consumados na cidade”, informou a delegada regional, Sheila de Oliveira. 
 
Já na casa de um jovem de 19 anos, no bairro Costa Carvalho, foi apreendido mais de um quilo de maconha escondida dentro do guarda roupas no interior de uma mochila, junto com duas balanças de precisão.  Outros dois jovens de 18 anos foram presos com quatro munições calibres 9mm, .45 e 762 no bairro Jardim Natal. Com a dupla, a polícia localizou ainda 22 buchas de maconha e uma touca ninja durante cumprimento de mandado de busca e apreensão. 
 
Além disso, houve a apreensão de grande quantidade de maconha nos bairros Jóquei Clube, Jardim Natal e Valadares. Várias pedras de crack também foram recolhidas em uma residência no bairro Caiçaras. Foi apreendido ainda uma pequena porção de cocaína, simulacro de arma de fogo, um chicote feito com corrente de motocicleta, vários aparelhos de celular, mais de R$ 5 mil reais em dinheiro e balanças de precisão. 
 
Conforme a PM, a Operação Impacto Seguro está sendo realizada em 13 municípios mineiros. “A Operação Impacto Seguro consiste em dois momentos distintos. Em um primeiro realizamos, em parceria com a Polícia Civil, o cumprimento de mandados de busca, apreensão e de prisão. Já numa segunda etapa, a Polícia Militar realiza uma ação de reforço da presença policial na áreas apontadas como críticas com a realização de blitzes, abordagem de pessoas e veículos, com realização de buscas a fim de inibir ainda mais a criminalidade nessas áreas”, explicou o comandante do 27º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel, Moisés Ricardo Pinto.
 
Fonte: Hoje em Dia
X