O Sindpol/MG repudia a aprovação do relatório da PEC 32

24 de setembro de 2021

O Sindpol/MG também repudia a aprovação do relatório da PEC 32, na Comissão Especial da Reforma Administrativa, que aconteceu ontem (23). Um trecho polêmico é a privatização do serviço público, como o SUS e a segurança pública.

O intuito do governo é tornar o serviço público como cabide de emprego, retirando a estabilidade do servidor público que não poderá mais realizar denúncias, como vimos recentemente, no caso do esquema de corrupção na compra de vacinas da Covaxin, denunciada por um servidor público do Ministério da Saúde e, também, a paralisação do jogo entre Brasil x Argentina, pelas eliminatórias da Copa do Mundo, por descumprimento de regras sanitárias. Lembramos que, o governo sabia do descumprimento, mas fez vistas grossas, no entanto, graças aos servidores públicos da Anvisa, foi possível fazer a lei ser cumprida.

O Sindpol/MG está participando ativamente de todas as ações, com a Cobrapol, e estamos lutando não somente pela garantia dos direitos dos servidores públicos, mas pela garantia de isonomia do serviço público para a sociedade.

Saiba mais:

X