Governo de Minas revolta servidores da Segurança Pública

14 de dezembro de 2018

O Governo do Estado de Minas Gerais, mais uma vez frustrou e revoltou ainda mais, os servidores da segurança pública, policiais civis e militares, agentes penitenciários e socioeducativos, ao adiar a reunião onde iriam decidir acerca do salário e do pagamento do 13º salário.

A reunião estava marcada para esta sexta-feira (14/12), às 14h, na Cidade Administrativa. De acordo com o assessor chefe de Relações Sindicais, Carlos Calazans, uma nova reunião está marcada para a próxima quarta-feira (19/12).

O Sindpol/MG e demais representantes dos operadores de segurança pública de Minas Gerais, reiteram a sua disposição para lutar pelos os direitos da categoria, e,  mais uma vez fazem questão de lembrar ao Governo e à sociedade mineira, que não foi a categoria que assaltou os cofres públicos do Estado e que não irão aceitar que essa conta seja transferida para eles, e lembraram também da importância que têm na defesa do cidadão, e muitas das vezes põe em risco a própria vida para fazer valer o seu mister.

Diante desse “jogo de empurra”, o Sindpol/MG conclama a todos os policiais civis a se manterem em alerta para as próximas convocações e mobilizações, para lutarem pelos seus direitos e valorização. E manterá contato permanente com as demais lideranças, assim como com os deputados federal Subtenente Gonzaga e estadual, Sargento Rodrigues, para as próximas convocações e deliberações.

Sem Lutas não há Conquistas.

A Direção Sindical

X