Cabeleireiro é preso em Bom Despacho com submetralhadora usada para assaltar carros fortes.

Cabeleireiro é preso em Bom Despacho com submetralhadora usada para assaltar carros fortes

Uma submetralhadora e um tablete de maconha foram encontrados com um cabeleireiro de 20 anos em Bom Despacho, no Centro-Oeste Mineiro, nessa quarta-feira (13). A suspeita é de que arma tenha sido roubada de uma unidade da Polícia Militar de Minas Gerais em Eubanque da Câmara, na Zona da Mata. A Polícia Civil está investigando sobre uma quadrilha que estaria se armando para praticar assaltos contra carros fortes e empresas de transportes de valores no Centro Oeste de Minas Gerais. De acordo com o delegado regional Célio de Assis, ele recebeu uma denúncia de que na casa do homem, onde também funciona um salão de beleza, havia uma arma de grande poder de destruição.

O delegado ouviu o suspeito nesta quinta-feira (14), e segundo ele, o homem foi muito evasivo em suas declarações. "Ele disse que achou a arma no meio do mato e que gostou dela, por isso levou a submetralhadora para casa", contou o advogado. Uma adolescente, de 16 anos, que seria a namorada do cabelereiro também deve ser ouvida pelo delegado nos próximos dias.

A prisão. Os investigadores Welignton Freitas e Marco Antônio da Silva fizeram uma operação de campana perto da casa do suspeito. Quando o homem saía da residência, no bairro São Vicente, os policiais o abordaram e encontraram uma mochila com ele. Dentro dela estava a submetralhadora Taurus de calibre 9 mm, que segundo os policiais pode disparar até 500 tiros por minuto.

Aos policiais, durante a prisão, o cabelereiro contou que ia sair com a arma porque tinha medo de que ela fosse roubada. Na mochila, foi encontrado ainda um tablete de maconha. Uma adolescente, de 16 anos, estava na casa do jovem e que seria a namorada dele foi conduzida para a delegacia. O delegado Célio de Assis disse que não descarta a possibilidade de a jovem estar envolvida com a quadrilha. Outras pessoas ainda estão sendo investigadas, mas para evitar furos na investigação, o delegado não passou mais detalhes. 

De acordo com a Polícia Civil, a arma seria usada para praticar assaltos e  ataques a carros fortes na região do Centro-Oeste Mineiro. A submetralhadora que estava com a numeração raspada, um carregador e 40 projéteis foram apreendidos. "Suspeitamos que seja a mesma que foi roubada em Eubanque da Câmara, perto de Juiz de Fora, onde há alguns dias uma submetralhadora do tipo e uma pistola .40 foram roubadas", disse o delegado.  Todo o material foi encaminhado para a delegacia da cidade. O homem foi encaminhado para o presídio de Pará de Minas, já que a cadeia pública de Bom Despacho está interditada por determinação judicial devido ao péssimo estado de conservação.

Fonte: Jornal O Tempo, 14 de junho de 2012

X