Brasília – Sindpol/MG participa de carreata nacional contra as ‘PEC’s da maldade’

17 de março de 2021

Lutando contra as PEC’s 186 (Emergencial) – promulgada pelo Congresso Nacional, na última segunda-feira (15/3), e a 32 (Reforma Administrativa) – o Sindpol/MG compareceu, hoje (17/3), na carreata em Brasília, juntamente a outros sindicatos da polícia civil e a Cobrapol.

O intuito da carreata é de mostrar à população o desmonte que o governo do presidente Bolsonaro tem feito com a segurança pública, em especial com os policiais civis e os servidores públicos. Ficou claro, durante a pandemia, a importância do serviço público. Os servidores da segurança pública, em especial os policiais civis, trabalham ininterruptamente desde o começo, se contaminando mais e, muitos vindo a óbito, pois não possuem equipamentos adequados de proteção e muito menos álcool em gel 70%.

Segundo o presidente do Sindpol/MG, José Maria de Paula “Cachimbinho”, essa carreata é de suma importância para mostrar a união dos policiais civis de todo o Brasil. “Não vamos aceitar essas emendas de maldades”, pontuou.

De acordo com o assessor do Sindpol/MG e diretor da Feipol/SE Wemerson Oliveira, essa carreata é para mostrar a indignação dos policiais com o desmonte feito pelo Governo Federal com o serviço público e o enfraquecimento da segurança pública, sobremaneira os policiais civis. A sociedade é a mais prejudicada com tudo isso, pois ficará desassistida. O auxílio emergencial aos mais necessitados é importante? Sim, é, mas o que o governo Bolsonaro fez foi iniciar a Reforma Administrativa usando a PEC 186, para prejudicar todos os servidores públicos. Tem outras formas para retirada desses recursos para pagamento do auxílio emergencial. “Por isso convocamos todos os profissionais da segurança pública, bem como os demais servidores públicos para lutarem juntos contra a Reforma Administrativa”, pontuou Wemerson Oliveira.

Durante o ato, os policiais civis também pediram para que todos os policias civis do Brasil sejam incluídos no grupo prioritário na campanha de vacinação contra a Covid-19. “Os policiais têm se contaminando bem mais que os profissionais de saúde, mais de 30 % dos policiais civis de Minas Gerais já se contaminaram, entre os sintomáticos mais graves, sintomáticos mais leve, assintomáticos e os que faleceram”, afirmou Wemerson Oliveira.

Minas Gerais

O Sindpol/MG convocou os policiais civis para que, durante a carreata, em Brasília, os mesmos fossem para a porta das delegacias e protestassem também contra as PEC’s 186 e 32.

“É importante a adesão de todos, para assim pressionarmos os nossos governantes. Por isso, pedimos aos policias civis que se mantenham mobilizados, pois faremos novos atos”, afirmou Wemerson Oliveira.

Lockdown Nacional da Segurança

O Sindpol/MG convoca todos os policias civis de Minas Gerais para o Lockdown Nacional da Segurança contra as PEC’s da maldade (emergencial e administrativa).

Deverão ser paralisadas todas as atividades nas unidades policiais entre 15h às 16h, do dia 22/03 (segunda-feira). A ação será em todo o Brasil!

É necessária a adesão de todos os policiais civis para lutarem por nossos direitos!

X