Balanço da greve: 81 Dias de greve e nosso projeto de Lei Orgânica ainda sofre interferências negativas de segmentos conservadores que resistem a mudanças e modernização.

Balanço da greve: 81 Dias de greve e nosso projeto de Lei Orgânica ainda sofre interferências negativas de segmentos conservadores que resistem a mudanças e modernização

Nesses 81 dias de greve capitaneada pelo SINDPOL/MG, única Entidade Sindical a realmente fazer greve por melhorias para todos, única Entidade Sindical da Polícia que quando luta, convoca de forma fraternal a todos para participar; única Entidade Sindical que investe recursos financeiros para patrocinar ações em defesa dos interesses de todos os Policiais Civis; também é a única Entidade que pressiona o Governo para atender as mais justas e dignas reivindicações de todo conjunto da Polícia Civil. Se o Governo e a Casa Legislativa estão atendendo agora as reivindicações dos Policiais, é porque o SINDPOL/MG e seus 5 mil filiados ousaram a enfrentar as dificuldades de sucateamento, falta de efetivo, tratamento diferenciado, desmoralização institucional perante a outras organizações e ir a luta para garantir melhorias para todos. Em nome de um consenso honrado e verdadeiro o SINDPOL/MG, Entidade que tem 25 anos de existência e de luta abriu mão de muitos pleitos com a finalidade de mais a frente avançar e evoluir, e é nesse sentido que após queimar centenas de caixões em praça pública, realizar dezenas de assembleias públicas, após ingressar e responder a inúmeras ações judiciais em defesa da categoria, a Direção do SINDPOL/MG esclarece a toda categoria que ainda não ganhamos nada, que ainda não conseguimos aprovar nada de fato e que o Governo ainda não sancionou nenhuma Lei  Orgânica e que portanto temos um longo caminho a percorrer, não podendo de forma  nenhuma nos desmobilizar, pois os adversários do desenvolvimento, da valorização e da modernização da Polícia Civil está à espreita dentro e fora da Polícia.

Observando as últimas manobras de um segmento da Corporação que tudo faz para buscar benefícios exclusivos para seus cargos esquecendo a maioria, pegando carona em todos os nossos movimentos, pois acreditam que as benesses caiam do céu ou estão assentadas em salas de reuniões; podemos ver que mais uma vez estão tentando atrasar os avanços da nossa Corporação como um todo,  e que pelas articulações veladas que estão sendo realizadas, mais um golpe está sendo engendrado contra nós que representamos a base da Polícia Civil e da segurança pública do povo mineiro. NÃO ABRIMOS MÃO DO TEXTO DE CONSENSO ASSINADO POR TODOS, POIS ELE TRADUZ O CONJUNTO DOS DISPOSITIVOS QUE HISTÓRICAMENTE VÃO MELHORAR A POLÍCIA CIVIL PARA TODOS E NÃO APENAS PARA UM CARGO. TAMBÉM NÃO ACEITAMOS ATRASOS, PROCRASTINAÇÃO, E MANOBRAS PARA ENGANAR O POLICIAL CIVIL. A MAIORIA DE NÓS ESTÁ HÁ MAIS DE 10 ANOS NESSA LUTA CONTÍNUA POR VALORIZAÇÃO, NÃO CHEGAMOS ONTEM. DEIXAMOS BEM CLARO QUE PENSAMOS E TRABALHAMOS A POLÍCIA CIVIL COMO UM TODO HÁ MAIS DE 25 ANOS, POIS TEMOS EM NOSSOS QUADROS MAIS DE 450 DELEGADOS FILIADOS DE TODOS OS NIVÉIS E GRAUS, CENTENAS DE PERITOS, MILHARES DE ESCRIVÃES E INVESTIGADORES E CENTENAS DE ADMINISTRATIVOS. NOSSA ORIGEM FOI EDIFICADA POR CADA UM DESSES CARGOS QUE INCLUSIVE, COMPÕEM NOSSA DESCENTRALIZADA DIRETORIA, LOGO NÃO PODEMOS NEGLIGENCIAR NA DEFESA RIGOROSA DOS INTERESSES DE TODOS PARA O BEM DA POLÍCIA CIVIL,  DOS SEUS OPERADORES E DA SOCIEDADE.

POR ISSO, A DIREÇÃO DO SINDPOL/MG CONCLAMA  A TODA  A SUA CATEGORIA MAIS UMA VEZ A REMONTARMOS NOSSA VIGILIA MACIÇA NA ALMG EM DEFESA DO NOSSO PROJETO COLETIVO DE LEI ORGÂNICA. É NESSA QUARTA-FEIRA, DIA 04/09 A PARTIR DAS 09h00min NO PÁTIO DA ALMG NAS GALERIAS, NOS GABINETES, NO NOSSO ACAMPAMENTO, ENFIM NA CASA DO POVO AONDE VAMOS CONTINUAR FAZENDO NOSSO DEBATE PELA PCMG COMO UM TODO.

X