A exemplo de Minas, Policiais Civis do Rio Grande no Norte também fazem greve e protesto na Governadoria.

 

 

 

 

 

 

Policiais civis em greve fazem protesto na Governadoria

 

 

Policiais civis saíram em carreata, na manhã de hoje (9), da sede do Sindicato dos Policiais Civis e dos Servidores da Segurança Pública (Sinpol), na avenida Rio Branco, até o Centro Administrativo. Os policiais chegaram à Governadoria com um caixão representando a segurança pública do estado. Com cruzes nas mãos, os grevistas pedem melhores condições de trabalho, um dos pontos que levou a categoria à paralisação dos serviços desde o início desta semana.

 

 

 

 

 

 

Policiais civis saíram em carreata, na manhã de hoje (9), da sede do Sindicato dos Policiais Civis e dos Servidores da Segurança Pública (Sinpol), na avenida Rio Branco, até o Centro Administrativo. Os policiais chegaram à Governadoria com um caixão representando a segurança pública do estado. Com cruzes nas mãos, os grevistas pedem melhores condições de trabalho, um dos pontos que levou a categoria à paralisação dos serviços desde o início desta semana.
Devido à greve, delegacias especializadas não estão funcionando, as distritais registram apenas flagrantes e BO para liberação de corpos no Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep). A partir de segunda-feira (12), o Itep também deve paralisar suas atividades, mantendo apenas o recolhimento de cadáveres, suspendendo perícias e emissões de documentos.

Além das melhores condições de trabalho, os policiais civis pedem aumento do efetivo com nomeação de cargos aprovados no último concurso, vale-alimentação, auxílio saúde, e revisão do plano de cargos, carreira e vencimentos.

Fonte: Tribuna do Norte

 

X