2º Dia de Luta – Servidores da Segurança paralisam atividades contra a Reforma da Previdência

26 de agosto de 2020

Lutando contra a Reforma da Previdência de Minas, o Sindpol/MG, juntamente com as demais entidades de classe da Polícia Civil, Polícia Penal, Agentes Socioeducativos e Servidores Administrativos, promoveram, nesta quinta-feira (26/08), o “2º Dia de Luta”, onde as atividades policiais ficaram suspensas em todo o Estado, exceto nas Deplan’s, que atenderam um flagrante por vez, e o IML. A criminalística somente funcionou para casos de morte violenta.

Os representantes sindicais percorreram as delegacias da capital e região metropolitana, para orientar os policiais sobre a importância de estarem unidos contra o pacote de maldades do governador Romeu Zema.

“Essa ação é para o governador ver a força que a Segurança Pública tem em Minas. Queremos somente a garantia de nossos direitos”, disse José Maria de Paula “Cachimbinho”, presidente do Sindpol/MG.

Interior

A mobilização dos policiais civis no interior foi forte, eles aderiram ao 2º Dia de Luta, em sintonia com as ações da capital e região metropolitana.

Houve também doação de sangue, para os policiais habilitados à doação, e aqueles que não puderam doar fizeram outras ações solidárias.

Sindpol/MG na luta pelos direitos da categoria!

 

X