13º salário – Servidores públicos protestam na posse dos deputados estaduais

1 de fevereiro de 2019

O Sindpol/MG, juntamente com as entidades de classe da Segurança Pública e demais servidores públicos, protestaram hoje (01/02), na posse dos deputados estaduais, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Os servidores públicos reivindicam o 13º integral e o salário em dia.

Os servidores públicos ficaram indignados, com sentimento de desvalorização, quando souberam do anúncio do governador Romeu Zema, que afirmou que parcelará o 13º salário de 11 vezes.

Os servidores tentaram entrar na ALMG, mas foram impedidos, em seguida decidiram caminhar até a Praça Sete onde deram continuidade ao protesto.

“Nosso sentimento é de revolta, não medimos esforços para desempenhar as nossas funções, haja vista o trabalho dos Bombeiros Militar, Policiais Civil e Militar, e demais servidores públicos, em Brumadinho. Fazemos isso por amor que temos a nossa profissão, em resposta o Governo parcela de 11 vezes o nosso 13º, sem contar que estamos com o salário fatiado desde 2016. Atendo diversos policiais civis desesperados, pois estão com dívidas e passando necessidade por não poderem contar com seus proventos. Isso é um absurdo, um descaso. Quem aceita trabalhar sem saber quando vai receber e de que forma vai receber? Todo mês é esse desespero esperando a divulgação das datas dos salários”, afirmou José Maria de Paula “Cachimbinho”, presidente do Sindpol/MG.

Solidariedade a Brumadinho

Os servidores públicos ajoelharam na Praça Sete e fizeram uma oração aos atingidos pelo rompimento da barragem de rejeitos da Vale, em Brumadinho. Eles oraram também pela proteção e força a todos os envolvidos no resgate das vítimas.

No protesto tinham aproximadamente 1500 policias civis, militares, bombeiros militares, agentes penitenciários e socioeducativos (da capital e interior), além de 2 mil servidores de outros segmentos do serviço público mineiro. Este é o início de uma série de protestos que vão acontecer em Minas Gerais.

Próxima ação

As entidades de classe da Segurança Pública (Polícias Civil e Militar, Bombeiros Militar, Agente Penitenciário e Socioeducativo) decidiram por uma nova reunião, na próxima quarta-feira (06/02), na ASPRA, para decidirem os rumos do movimento.

O Sindpol/MG pede aos policiais civis que se mantenham mobilizados para as próximas ações.

À direção sindical.

 

 

X