Entidades de Classe da Segurança Pública e Parlamentares reforçam ato do dia 19/09

2 de setembro de 2019

Prezados Policiais Civis e Militares, Bombeiros Militares, Agentes Penitenciários e Socioeducativos

DIGNIDADE NÃO SE NEGOCIA

Estamos em plena campanha e mobilização para exigir a recomposição da inflação que está corroendo o poder de compra nos últimos anos. São quase 5 anos sem reajuste e não podemos permitir.
Depois de avançar com o 5º dia útil e 13º salário, é hora de concentrar na recomposição salarial. A inflação já corroeu 28,68% dos salários.
São muitos os atores desta articulação, e, todo efetivo (veteranos e da ativa) deve estar envolvido nas ações de reivindicação.
As lideranças que subscrevem este manifesto reforçam a defesa do ato público no dia 19 de setembro. Estamos convencidos de ser este o melhor caminho e a melhor estratégia. Toda negociação é um processo: tem início meio e fim. Especificamente para a negociação salarial.

Os dirigentes e parlamentares que subscrevem, em sua maioria absoluta, já participaram de dezenas de negociações salariais, de carreira, previdenciárias, entre tantas outras. Já demonstraram compromisso com a Classe e com a Instituição. Sempre enfrentaram o Governo e, unidos, sempre tiveram melhores resultados.
No dia 16 de setembro, reunião dos sindicatos, associações e parlamentares com o Governo do Estado. Dia 19 de setembro, às 14h, na Cidade Administrativa, grande ato público dos Policiais Civis e Militares, Bombeiros Militares, Agentes Penitenciários e Socioeducativos.

SINDPOL, SINDEP, SINDPECRI, SINDASP, SINDEPOMINAS, ADEPOL, SINDSISEMG, ASPRA/PMBM, UMMG, CSCS, AOPMBM, ASCOBOM, COPMSINDEP/MG; deputados federais Subtenente Gonzaga, Junio Amaral e Léo Motta; estaduais Sargento Rodrigues, Cel Sandro, Bruno Engler, Heli Grilo e Delegada Sheila; vereador Coronel Piccinini.

X